A fonte
Pedras

No norte de Portugal, cruzando o rio Douro,
encontra-se o vale onde nasce a água das pedras. 

Num local de invulgar beleza, na região do Alto Tâmega, num planalto isolado e afastado de qualquer influência poluente, a 580 metros de altitude, o vale de Pedras goza de um microclima que potencia o esplendor da natureza que o rodeia.

É neste local de solo único que tem origem a água das pedras, uma fonte de elevada pureza preservada da ação humana.

Até que uma gota de chuva se transforme numa gota de Água das Pedras podem passar centenas de anos.

Algumas das águas que bebemos hoje podem mesmo ser de chuvas que aconteceram há 10 mil anos.

Proveniente da chuva e da neve que derrete nas montanhas, a Água das Pedras passa por um processo de mineralização controlado pela própria natureza, o que faz dela uma das águas mais raras do mundo.

Durante este longo tempo, a água circula nas profundezas do subsolo, entre os 500 e os 100 metros de profundidade e vai ganhando os mineirais que fazem a sua composição única. Ao emergir, o gás, incorporado naturalmente na água e extraído da fonte com esta, mantém as mesmas características e o mesmo teor em g/L.

E nasce a água das pedras.

Uma água Mineral Natural Gasocarbónica, hipersalina com uma composição única e constante, e gás 100% natural.

Em homenagem a esta obra da natureza, criámos a garrafa de Pedras, a que chamámos“fonte”. Uma garrafa desenhada para que, independentemente do local onde bebas a tua Água das Pedras, te lembres que estás a beber diretamente da fonte uma água intocada pelo Homem.